Investigação sobre empresas que realizavam transferência fraudulenta de pontuação de trânsito é concluída em Chapecó

Uma investigação realizada pela Polícia Civil, através Delegacia Especializada no Combate à Corrupção (Decor), que apurava fraudes praticadas por empresas de Chapecó que realizavam transferência de pontuação de infrações de trânsito foi concluída na segunda-feira (18).

A investigação constatou que pessoas procuravam os serviços de uma empresa especializada em recursos de multas com o objetivo de recorrer as infrações vinculadas aos veículos.

Sem o conhecimento dos clientes, a empresa simulava a venda do automóvel informando um período anterior às multas como data do negócio, o que acabava gerando a migração dos pontos para o suposto comprador.

Para concretizar a fraude, garagens de veículos seminovos da cidade, usavam do acesso eletrônico conveniado para inserir diretamente os dados da falsa venda no Sistema Renavam, o que confirmava a transferência da pontuação.

Conforme a polícia, pessoas aleatórias e sem qualquer conhecimento da fraude eram usadas como compradores, inclusive em simulações de venda de carros de luxos para indivíduos de baixa renda.

Após a simulação, o negócio era cancelado pelas próprias revendas de veículos, permanecendo os pontos das infrações em nome do comprador simulado. Cerca de 40 simulações no mesmo contexto foram realizadas pelos criminosos.

Os envolvidos foram acusados pelo crime de inserção de dados falsos em sistema de informações, cuja pena é de reclusão de 2 a 12 anos, e multa.

fonte: Ronda Policial