Após denúncia do MPSC, homem é condenado a 18 anos e quatro meses de prisão por homicídio e tentativa em Chapecó

O Tribunal do Júri da Comarca de Chapecó, em sessão realizada na quinta-feira (14/7), atendeu ao pedido do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e condenou Jean Patrick Almeida a 18 anos e quatro meses de prisão por homicídio e tentativa de homicídio qualificados por motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima. O réu assassinou Kelson Kleber Rodrigues e tentou matar João Elias de Lima.

Conforme a denúncia, no dia 7 de março de 2020, por volta das 5h10, na Avenida Getúlio Vargas, no bairro Líder, o réu dirigia seu veículo, quando parou em frente ao local onde Kelson estava bebendo com os amigos. Então, sacou uma arma e disparou quatro vezes. Dois tiros acertaram a vítima na cabeça e no toráx e resultaram na morte.

Na sequência, já por volta das 7h, na rua Jerusalém, no bairro Passo dos Fortes, o réu passou em frente à casa de João Elias e, ao avistá-lo, desferiu diversos disparos de arma de fogo. Três tiros atingiram a vítima, que somente não morreu porque conseguiu fugir do assassino e se abrigar numa casa vizinha.

Na sessão, atuou pelo MPSC o Promotor de Justiça Gabriel Cavalett.

Da sentença cabe recurso, mas ao réu foi negado o direito de recorrer em liberdade, pois já se encontrava em prisão preventiva.   

Fonte: MPSC