Banco Central anuncia criação do PIX Saque e do PIX Troco

O PIX vai ganhar duas novas modalidades: o PIX Saque e o PIX Troco. As novidades foram anunciadas nesta sexta-feira (03), pelo Banco Central, e estarão disponíveis a partir de 29 de novembro. De acordo com o regulamento, o PIX Saque vai permitir o saque em dinheiro em estabelecimentos comerciais. Já o PIX Troco permitirá o saque associado a uma prestação de serviço. Na prática, com o PIX Saque o cliente vai ao estabelecimento comercial e faz um PIX para o responsável pela loja.


Receber as principais informações diariamente pelo WhatsApp

Após a autenticação do pagamento, o cliente recebe o valor da transferência em dinheiro. Com o PIX Troco, se o cliente fizer uma compra de R$ 100 e fizer uma transferência via PIX de R$ 150, receberá R$ 50 de troco em dinheiro. O limite máximo de transações dos dois serviços será de R$ 500 durante o dia e de R$ 100 das 20h às 6h. Os clientes terão direito a oito operações mensais gratuitas. De acordo com o Banco Central, os serviços também poderão ser ofertados por pequenas instituições financeiras que tenham rede própria de terminais de autoatendimento. Para o economista Alexandre Pires, a novidade deve facilitar compras e pagamentos em pequenos comércios. “No ponto de vista do comerciante, é vantajoso porque ele vai receber uma comissão que vai ser ajustada para cada operação dessa, ele vai ser comissionado. E também tem a questão da segurança, pois ele vai ficar com menos recursos no estabelecimento e vai ficar menos suscetível a assaltos”, ressalta. Ainda segundo ele, pode atrair mais clientes para as lojas. “Para o cliente, há a comodidade dele estar perto de casa e fazer um saque de emergência, tirar um dinheiro de emergência, tirar um dinheiro que precisa. Então, para os dois lados vai ser muito positivo”, finaliza.

Por Luis Ricardo Machado

Rede de Notícias Regional /Brasília

Crédito da foto: Enildo Amaral/BCB