Suspeito de assassinar casal em Chapecó é procurado pela polícia

Foi divulgado na terça-feira (15)a imagem de Sebastião Reni Brizola Tatim de 56 anos que é suspeito de matar Evanir Pires Taborda e Simone da Silva Fialho no dia 20 de janeiro de 2021 em Chapecó. Evanir tinha 41 anos e Simone 38 anos, eles foram mortos a tiros. 


Receber as principais informações diariamente pelo WhatsApp

Segundo a Polícia Civil de Chapecó, o suspeito dos homicídios chegou a ser interrogado, mas desapareceu e ainda não foi encontrado. De acordo com o delegado Vagner Papini, o motivo do crime seria uma desavença financeira.

Em uma coletiva, realizada no dia 20 de Maio, o delegado informou que foram presas preventivamente duas pessoas suspeitas de envolvimento na morte de Evanir e Simone. As pessoas presas são duas mulheres, de 25 e 35 anos.

O motivo do crime

Conforme o delegado da DIC, Vagner Papini, Simone foi morta injustamente, pois os suspeitos não tinham nenhum motivo para cometer o crime. “Ela morreu por estar na companhia de Evanir”, declarou Papini.

Ainda segundo Papini, a morte de Evanir aconteceu por uma questão financeira, fruto de um negócio mal sucedido. O delegado ainda descartou qualquer possibilidade de homicídio e também negou a participação da esposa de Evanir no crime.

“Não há qualquer relação passional no crime”, relatou o delegado Vagner Papini.

O desaparecimento

Evanir e Simone foram vistos pela última vez no dia 20 de janeiro deste ano. Na ocasião, o delegado da 3ª delegacia de Polícia Civil, Danilo da Silva Fernandes, disse ao ClicRDC que ambos eram motoristas de aplicativo e dividiam o carro para o trabalho.

Evanir Taborda e Simone da Silva Filho não eram casados. Informações apuradas pelo ClicRDC apontam que Evanir era casado com outra mulher e tem um filho de três anos. Já Simone era solteira e tinha três filhos.

Já estão presas, também suspeitas pela morte do casal, duas mulheres, de 25 e 35 anos. Elas estão à disposição da Justiça no Presídio Feminino de Chapecó.

Fonte: ClicRDC

Compartilhe