Nos pênaltis, Joinville vence a Chapecoense e conquista título da Recopa Catarinense

O Joinville Esporte Clube (JEC) venceu nos pênaltis a Chapecoense neste domingo (21), pela Recopa Catarinense, na Arena Condá. A partida consagrou o time como o campeão da taça Paulo Ricardo Magro – nome em homenagem ao ex-presidente da Chapecoense, que faleceu devido a Covid-19. A partida colocava frente a frente o Campeão Estadual e o vencedor da Copa Santa Catarina. 


Receber as principais informações diariamente pelo WhatsApp

Antes do início do jogo, foi respeitado um minuto de silêncio em memória de Sérgio Trentin, ex-presidente da Chapecoense, Jean Cardoso Júnior, repórter de Tubarão e Adão Goulart, ex-atleta, técnico e comentarista esportivo. Os três faleceram em fevereiro.

A partida

A bola começou a rolar às 19h na Arena Condá. Aos 30 minutos do primeiro tempo, o jogo foi paralisado para ajustes no som da arbitragem. Aos 42 minutos, Anselmo Ramon quase marcou para a Chapecoense, após um cruzamento feito pelo jogador Ezequiel. Entretanto, a bola foi para fora e o árbitro assinalou o escanteio. O primeiro tempo terminou em zero a zero.

A Chapecoense conseguiu marcar no segundo tempo. O jogador Mike abriu o placar, aos sete minutos do segundo tempo. A flecha do Verdão do Oeste aconteceu após o cruzamento de Matheus Ribeiro. Mike quase marcou de novo, aos 14 minutos, mas não conseguiu acertar a trave do JEC.

Aos 24 minutos do segundo tempo, um pênalti igualou o placar. O jogador Alison Mira, do JEC, foi derrubado pelo jogador Kadu, da Chapecoense. Quem cobrou o pênalti foi Renan Castro, que marcou para o Joinville. Um a um na Arena Condá. 

Pênaltis

A decisão foi para os pênaltis. O primeiro a marcar foi o Joinville, com o zagueiro Jaques. A Chape também fez o primeiro pênalti, com Matheus Ribeiro. Tudo empatado novamente. 

Joinville marcou o segundo pênalti. A Chape não conseguiu marcar – o goleiro Leineker defendeu o chute de Perotti. Na sequência, o JEC também conseguiu marcar o terceiro pênalti. A Chape também marcou – 3×2 na Arena Condá.

O JEC conseguiu marcar o quarto pênalti. Luiz Otávio, da Chapecoense, conseguiu marcar mais um ponto para a Chape. A vitória do JEC se consagrou logo em sequência – Alison marcou e garantiu a vitória nos pênaltis.

Fonte: ClicRDC

Compartilhe